Terça-feira, 24 de Novembro de 2009

Contos dela! Capítulo 32

Thamy fica no quarto de hóspede. É um quarto mesmo muito lindo, dentro dele, tem uma cama de casal, um banheiro, uma TV e um aparelho de DVD.

 

ALGUMAS HORAS DEPOIS:

 

Já eram 22:00 P.M. e Thamy ainda estava acordada, deitada na cama vendo ás fotos de Belinha pelo visor de seu celular, ela sentira muita falta de sua casa e de Belinha, sentira falta de seu trabalho e de sua faculdade. Alguns minutos depois, o celular de Thamy toca, é o Tom, ligando pela 5ª vez naquele dia, Thamy não atende, ela jura para si mesma não atender á nenhuma ligação do Tom neste fim de semana.

 

NO DIA SEGUINTE:

 

Thamy acorda, olha para o teto e se levanta. Já eram 9:37 A.M. e ela tinha que acordar. Ela se arruma e desce as escadas. Fátima está na sala assistindo TV:

 

Fátima: Bom dia Thamy.

Thamy: Bom Dia. - e se senta ao lado de Fátima. -

Fátima: Você está com fome? Quer tomar café?

Thamy: Sim, claro.

Fátima: Então venha, vou preparar para você.

 

Fátima, tinha 16 anos, era uma menina de olhos claros, cabelo louro e um corpo delicado, parecia-se com uma boneca. Ela tinha lindas mãos, estavam pintadas de Preto. Era muito simpática, tirava notas boas na escola, sempre muito bem comportada, não tinha muitos amigos, apenas Dora, sua prima que vivia em Paris. Fátima era encantadora, tinha um estilo meio de Rock, adorava músicas deste Género.

 

Fátima: Você gosta de café? Com leite? Chocolate e leite? Qual você prefere?

Thamy: Gosto de chocolate com leite.

Fátima: Que legal, eu também gosto, não gosto muito de café.

Thamy: Pois... Eu também não. ^^

Fátima: Toma, aqui está o leite e o chocolate, você pode por á quantidade que quiser.

Thamy: Obrigada.

Fátima: De nada, dentro do ármario, tem: Pão, bolacha, torradas e o que quiseres. Dentro da geladeira tem: Manteiga, geleia de uva e morango, suco, requeijão, queijo e mais um monte de coisas que podes comer. E alí em cima da pia, tem frutas.

Thamy: Muito obrigada.

Fátima: De nada, quando terminar, não precisa limpar, á empregada já chega e ela pode limpar.

Thamy: Ok, obrigada de novo.

Fátima: Não á de que. Eu vou para á sala, está passando o concerto do Tokio Hotel, vou assistir.

 

Quando Thamy escuta essas últimas palavras de Fátima, fica de boca aberta, Fátima pelo jeito gostava de Tokio Hotel.

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 14:36
link | comentar | (1) | favorito
Quinta-feira, 19 de Novembro de 2009

Contos dela! Capítulo 31

Por alguns instantes Carlos, vai até á casa de um vizinho ajuda-lo á tirar o carro da garagem, por algum motivo ele ficou com as rodas atoladas na lama. A esposa de Carlos, Ju pediu á filha Fátima para ajuda-la á arrumar o quarto onde Thamy dormiria. Na sala, só restava Thamy e Paulo.

 

Paulo: Então Thamy, quantos anos você tem?

Thamy: Tenho 18 e você?

Paulo: 19. Gostou da parentada?

Thamy: Sim, claro.

Paulo: Claro que gostou, você sempre viveu sozinha mesmo, reencontrar á família deve ser ótimo para você.

Thamy: Sim é. Mas o porquê deste comentário?

Paulo: Por nada Thamy. É que você sabe, eu sou o neto preferido, o sobrinho preferido e o filho preferido.

Thamy: Você esta insinuando de que eu vou roubar o seu lugar?

Paulo: Talvez. Espero que você não faça isso, pois se fizer, vai se ver comigo.

Thamy: Á sim, claro! Mais essa agora.

Paulo: Não estou brincando, se você tentar roubar o meu lugar aqui, eu vou fazer da sua vida um inferno.

 

Paulo sobe as escadas correndo com algum medo de Thamy chorar ou algo do género.

 

Paulo, assim como Thamy, fazia faculdade de Direito, mas já estava no 2º ano de faculdade, seu pai é quem pagara tudo para ele, roupas, faculdade, gasolina do carro, mesada e fora outras coisas que ele sempre precisava ou apenas queria ter. Ele, por ser o único membro da família á fazer faculdade de Direito, até Thamy chegar, era o predilecto. Á mãe de Carlos, queria que o filho fosse Advogado Criminalista, mas Carlos preferiu ficar á Contabilidade, o irmão de Carlos, Caio, pai de Thamy, estava no 5º ano de faculdade de Direitos, até perder á morte naquele tau acidente que Thamy tanto temia em lembrar.

 

Ju e Fátima descem as escadas e chamam Thamy para poder ver o quarto onde ela dormiria. Thamy ás vê no pé da escada e vai em direcção á elas. Subindo as escadas á um longo corredor largo, de um lado á o escritório de Carlos, do lado do escritório á um quarto de hóspedes, em frente ao quarto de hóspedes á o quarto de Fátima, ao lado do quarto de Fátima á o quarto de Carlos e Ju, do lado do quarto de Carlos e Ju á um banheiro sem necessidade alguma, já que todos os quartos á um banheiro dentro, e na frente do banheiro á o quarto de Paulo.

 

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 20:58
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 16 de Novembro de 2009

Contos dela! Capítulo 30

Thamy enfim chegou á casa de Carlos que ficava no alto de um monte de terra, era uma casa linda e gigantesca, bem parecida com um castelo, apesar de estar em cima de tanta terra, á mesma era coberta por grama verdinha e fresca. Era um lugar perfeito para viver aos olhos de Thamy.

 

Quando Carlos abre á porta, todos os que estão lá dentro gritam Surpresa. Thamy começa á chorar e á tremer, ela nunca teve uma festa surpresa antes e esta tinha sido á melhor que tivera em toda á sua vida.

Alguns que estavam presentes também começaram á chorar, e foram todos ao encontro de Thamy, queriam abraça-la, beija-la, senti-la e viver o momento em que sabiam que ela chegaria.

 

Naquele lugar haviam umas 10 pessoas no máximo.

Carlos apresentou uma por vez para Thamy:

Carlos: Está é sua tia Dafine; e está é minha esposa Julietha mas pode chama-la de Ju; este é meu filho Paulo e está é minha filha Fátima; está é sua tia Adelaide; está é sua tia Estela; está é Lorena, sua prima; está é Octávia; e estas são Tatyane e Tatyana, aquelas mesmas senhoras que lhe comprimentaram no portão.

 

Thamy os olhou delicadamente, para não perder nenhum instante daquele momento. Todos estavam olhando para Thamy e sorrindo, como se ela fosse uma jóia rara, todos tomavam muito cuidado com ela, lhe perguntam de 5 em 5 minutos se ela queria algo ou precisava de algo.

Aquela tarde foi assim, alegre, com muito falação e simpátia. Todos querendo falar com Thamy, até que de hora em hora, algumas pessoas começaram á ir em bora para suas casas, e de instante em instante á sala foi se esvasiando, sobrando apenas Thamy, Carlos seus filhos e esposa.

 

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 20:34
link | comentar | favorito

Contos dela! Capítulo 29

Logo na entrada da casa de Carlos, Thamy avistou 2 senhoras com um chale preto em cima dos ombros, elas estavam vindo em sua direcção, quando chegaram finalmente perto do portão, começaram então á chorar. Thamy não sabia o motivo de tanta choradeira:

 

-O que está acontecendo Carlos?

Carlos: Não ligue para elas, elas só sabem choramingar mesmo.

 

Uma das senhoras olhou friamente Carlos com um ar de bravura e disse quase resmungando:

 

-Um dia eu ainda lhe dou umas boas palmadas na sua bunda senhor Carlos.

 

Carlos riu e virou-se para o porta malas do carro para pegar a mala de Thamy.

Quando enfim Thamy saiu do carro, as senhoras logo abriram o portão para Thamy entrar:

 

-Entre querida, não tenha vergonha, somos todos parentes aqui.

-Claro! - respondeu Thamy com um ar meio tímido-.

 

A casa em que Carlos vivia era muito bonita e muito grande, logo na entrada tinha um portão de ferro meio enferrujado, no caminho para á casa que ficava lá em cima do montinho tinha muitas ávores e grama verde e fresca, lindas rosas e pequenos tijolos para passar por cima, evitando assim sujar os sapatos de lama, aquele ambiente parecia-se mais com um sítio, afinal, todas as casas por aquele bairro pareciam-se grandes sítios.

 

 Enquanto Thamy caminhava em direcção á casa que ficava Carlos ia lhe contando sobre aquelas senhoras que tinham lhe feito rir, elas já estavam bem mais adiante de Carlos e Thamy, parecia que estavam ansiosas para contar algo á alguém.

 

Carlos: Aquelas duas senhoras são suas tias.

Thamy: Á sério? É por isso que elas disseram que éramos todos parentes.

Carlos: Sim. São irmãs de sua mãe.

Thamy: Hum...

Carlos: Vejo que esta um pouco gripada, não?

Thamy: Sim, eu estou.

Carlos: Claro. Percebo bem.

 

Carlos parecia um rapaz tão dócil e gentil, Thamy gostava mesmo de Carlos, e achava que se todos os seus familiares fossem iguais á Carlos ela iria se dar muito bem.

 

Carlos: Gostou de minha casa?

Thamy: Sim, é mesmo muito linda. É grande e me lembra muito um sítio.

Carlos: Sim, é porque é um sítio. Tudo aqui é calmo e tranquilo, bem próprio de um sítio mesmo.

Thamy: Sim, eu gosto daqui. É calmo e gostoso.

Carlos: Eu também gosto daqui, como já estou um pouco velho, resolvi com minha esposa, que iria passar o resto de minha vida aqui. Sem stresse, sem barulhos de carros e ónibus, enfim, tudo em paz.

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 20:17
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2009

Contos dela! Capítulo 28

No dia seguinte, Thamy acordou muito cedo, se arrumou e foi directo ao Aeroporto.

Pegou um avião como havia marcado e seguiu para Magdeburgo.

Chegando lá ligou para Carlos e pediu que o mesmo viesse busca-la. Lhe explicou onde estava e o porque chegou tão cedo.

2 horas depois, Carlos chega de carro e logo vê Thamy sentada em um banco lendo um livro de capa preta.

Ele á reconhece pelo lindo cabelo negro de Thamy, lhe grita o nome e ela levanta o rosto com um sorriso e vão á um caminho do outro:

 

Carlos: Você veio mesmo. Seus parentes mau acreditaram de que você viria, acharam que eu estava mentido.

Thamy: Pois. Eu lhe prometi que iria vir.

 

Carlos pega á mala de Thamy e á leva para o carro, seguindo viagem para á casa de Carlos, eles conversam e ele coloca em dia tudo que Thamy perdera.

 

Chegando á casa de Carlos, Thamy olha para á bela moradia e diz:

 

-Você mora aqui?

Carlos: Sim. Eu, minha esposa e meus 2 filhos. Porque?

Thamy: Sua casa é realmente linda. Não sabia que você tinha esposa.

Carlos: Tem muitas coisas que você não sabe.

 

 


Esperem pelo próximo capítulo... xD

publicado por Jujubas com Açúcar às 21:46
link | comentar | favorito

Contos dela! Capítulo 27

Thamy volta ao sofá e liga á TV. Estava um dia horrível ao seu ponto de vista e o que ela queria mesmo era sair com Tom, mas daquele jeito não se podia. Começou então á recordar de sua infância, o quanto era feliz antes de perder sua família, o quanto sua mãe á amava e o quanto seu pai á protegia, achara naquele momento uma estupidez não ir ao enterro da mãe para ir á um simples teatro onde o Tokio Hotel iria se apresentar.

Naquele instante decidiu que não iria mais á apresentação do Tokio Hotel e sim ver pela última vez á sua mãe.

 

Comprou directamente ás passagens e iria embora logo pela manhã do dia seguinte, sabia que não podia mais perder tempo e deveria fazer algo para se distrair de Tom.

Decidiu ir, sem avisar ninguém, estava certa de que talvez não voltaria mais para Leipzig, iria achar o seu caminho sozinha. Sem ninguém para lhe incomodar e sem ninguém para viver. Talvez um dia ela tivesse esperança de que tudo aquilo não passava de um pesadelo, mas enquanto ela não acorda do mesmo, resolveu fazer o que lhe veio na cabeça por impulso. Estava certa de sua atitude, não sabia o que iria lhe acontecer no futuro, só pensava no agora, e não queria voltar atrás.

 

Arrumou rapidamente uma mala e á sua mochila, colocou dentro de ambas as coisas que realmente precisaria. Estava certa em voltar apenas no domingo, se algo não acontece antes é claro.

 

Alguns instantes depois, levou Belinha á casa de Maria Estela.

Maria Estela era uma senhora de 72 anos que vivia no mesmo condomínio em que Thamy morava, ela cuidava de Belinha enquanto Thamy trabalhava e estudava, adorava Thamy e também á sua cachorra. Quando chegou ao apartamento de Maria Estela, Thamy lhe explicou suas decisões, lhe pediu alguns comentários e disse que se não voltasse, em hipótese alguma contaria onde ela estava, e que cuidaria bem de sua cachorra.

Maria Estela lhe prometeu isso, mas sabia que á garota estava lhe escondendo algo.

 


Hey queridos, desculpem pelo tempo sem actualizar. Estou mesmo sem tempo e parece que as outras Jujubas não estão de bom-humor. xD

Bye and Kisses!

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 21:29
link | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Contos dela! Capítulo 26

Quando Thamy chega em casa, logo tira suas roupas e vai para a casa de banho. Liga o chuveiro e toma banho. Quando sai coloca seu pijama rosa e deita-se na cama.

Ela da um pequeno espirro e pensa que iria ficar gripada, em sua mente ela dizia:

-Sou mesmo muito burra. Eu não sei o porquê, mas sempre que estou com o Tom, fico nervosa. Acho que devo me afastar dele. Afinal, não posso apaixonar-me por ele, mais por mais que eu tente não cair em tentação, ele me derrota e sempre consegue fazer minha cabeça.

 

Nesta atormentação toda, Thamy logo dormi. No dia seguinte ela acorda com o nariz entupido e com dor de garganta. Tinha mesmo pegado uma gripe na chuva que levara ontem.

Ligou para seu chefe e disse á ele que não poderia ir trabalhar, fez o mesmo com á Universidade, mas com á mesma, não ligara tanto, afinal, só faltava um mês para acabar as aulas e ela sair de férias.

 

 Foi para á sala e ligou á TV, logo seu celular toca e ela o pega sem ver quem era:

 

Thamy: Alô! - Ela diz com o nariz entupido.

Tom: Olá, Thamy! Você está gripada?

Thamy: Áh, é você! Sim, eu estou.

Tom: Sinto muito. Olha, eu queria te pedir desculpas por ontem.

Thamy: Sim claro. Eu também o queria faze-lo.

Tom: Então esta tudo bem?

Thamy: Acho que sim.

Tom: Então tudo bem. Você gostaria de sair comigo esta noite?

Thamy: Não sei, vou pensar. Estou com muita dor de cabeça.

Tom: Sim eu entendo. Se você quiser, me ligue ok?

Thamy: Tudo bem Tom.

Tom: Tchau amor.

Thamy: Ham?

 

Quando Thamy diz á última palavra, Tom desliga o telefone.

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 22:31
link | comentar | favorito

Contos dela! Capítulo 25

Durante o caminho para casa de Thamy, Tom e ela conversaram muito, mas no meio do caminho, começa á chover. Tom diz á Thamy colocando á mão em cima de sua cabeça:

-Você quer meu casaco? Esta chovendo muito forte!

Thamy responde também colocando á mão na cabeça, para á chuva não á molhar:

-Não! Acho melhor pararmos ali, naquele bar.

Tom diz balançando á cabeça:

-Sim! Também acho melhor.

 E os dois correm para o bar que estava fechado, mas serviria de abrigo até á chuva passar.

 

Na calçada do bar, havia um teto que á cobria, e assim, não se podia cair chuva, Tom disse:

-Thamy, acho melhor eu ligar para alguém em casa e pedir para vir nos buscar.

Thamy olha para o rosto de Tom, e diz, com uma vós brava:

-Talvez se não estivesse comigo, não teria de passar por isso.

Tom á olha e diz:

-O que? Então á culpa é minha por estar chovendo?

Thamy: Não. Mas seria melhor se eu estivesse sozinha.

Tom: Tudo bem Thamy, faça como quiser, e vou pedir ao Georg, para vir buscar-me, e se tu quiseres vir, venha, mas se não quiseres, fique aí.

Thamy: Óptimo. Vou-me em bora então.

 

Thamy sai correndo para á chuva não á pegar e Tom fica á olhando com uma cara de quem não entendeu nada.

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 22:18
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

Contos dela! Capítulo 24

Quando o sinal bateu Thamy foi correndo para á portaria comer alguma coisa, pois estava com muita fome.

 

Pega um lanche na cantina e vai-se embora.

 

Aquela noite estava muito fria, garoando e a neblina segava. Tudo estava deserto e escuro, Thamy sentia-se perseguida mas de forma alguma olhava para trás.

De uma hora para outra ela ouviu alguns passos por trás dela, mas ainda não olhava para trás, e der repente ela sente que á alguém á por trás dela e vira-se, quando vira-se vê um garoto alto, não conseguia ver o seu rosto pois ele estava de toca e estava muito escuro, Thamy dá um grito de susto e diz:

-Não faça nada comigo.

O rapaz á olha e tira á toca, segura os braço de Thamy e diz:

-Calma, sua assustadinha. Sou eu o Tom.

Thamy, faz uma ar de alívio e diz:

-Seu parvo, não faças mais isso.

E Tom, dá-lhe á língua como criança e diz:

-Quer que eu te leve até em casa?

Thamy: Não, obrigada.

Tom: Tem certeza? Está noite está muito fria e está muito escuro para uma gaja como tu andar sozinha.

Thmay começa á andar e diz com uma vós de quem estava entediado:

-Eu sei me cuidar sozinha Tom. Não precisa se preocupar comigo.

Tom lhe responde á seguindo:

-Mas de qualquer forma, vou lhe acompanhar.

Ele pega no braço dela e lhe da á mão, ela com um pouco de vergonha sorri e lhe corresponde com á mão.

 

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 23:00
link | comentar | favorito

Contos dela! Capítulo 23

Thamy logo vai para á sala de aula e como lhe era de costume, sentou-se na segunda fileira e na 1ª mesa, pensava consigo mesma o que iria vestir na apresentação do Tokio Hotel.

 

 Em seguida á professora entra com vários papéis na mão. Anuncia que iria entregar as provas e quem tirasse menos de 60 iria ficar de recuperação no final do ano lectivo.

 

Ela passa de mesa em mesa entregando á prova para cada um de seus donos, e quando chega á mesa de Thamy, lhe diz com uma vós baixa:

 

-Você já fez melhor.

E coloca á prova de Thamy em cima da mesa e continua:

 

-Mas não está de recuperação.

E lhe dá um pequeno sorriso de quem parecia estar com orgulho.

 

Thamy logo corresponde ao sorriso e faz um ar de quem estava aliviada. Então, começa á ler á prova e viu que acertou um bocado de coisa e tirou 67, ficou muito feliz por não estar de recuperação e jurou á ela mesma que a partir dali iria dar mais atenção aos estudos.

 

publicado por Jujubas com Açúcar às 22:35
link | comentar | favorito
© 2009 Layout by: Jujubas com Açúcar
Contacto - Contacto 2
 
Contador gratuito 
 

Sobre:

Name: Jujubas com Açúcar

Team: Conheça-nos aqui.

Design: Jujuba Listing.

URL

Link-me


Menu:

Afiliados

Mais perguntas

 

Busca

 

Mural: